fbpx

Blog Voltar

#umafalhaeespalha!

Por Dr. Dorian Domingues | CRMMG 22323

A Beleza mora nos detalhes, e as doenças também. Durante a pandemia da covid-19 estamos todos em risco.

O vírus é muito transmissível de pessoa a pessoa (gotículas transmitidas pela respiração) ou superfícies contaminadas (= quase tudo que você vê ao seu redor).

Pessoas saudáveis, inclusive crianças, podem transmitir o vírus. Daí a importância da prevenção.

A doença é grave, e ainda não tem cura nem tratamento.

Quer saber mais sobre a covid-19? São 5 passos fundamentais:

1) o isolamento;

2) entrar em casa;

3) dentro de casa;

4) saindo de casa

5) a máscara.

Se você chegou até aqui, já entendeu o  básico:

“Fique em  casa, lave as mãos, use máscaras, limpe os pés”, etc.

Mas… você sabe como fazer isso corretamente?

Se ligue nessa, siga o link e vem comigo:

#umafalhaeespalha

1 – O ISOLAMENTO

Bem-vindo ao primeiro tópico: o ISOLAMENTO

O isolamento ideal é o horizontal: só sai de casa quem é indispensável. Setores essenciais (como os profissionais de saúde e segurança, combustíveis) e consumo inadiável (como compras de alimentos, medicações e produtos de higiene e limpeza, pra citar alguns). E pacientes, é claro.

É a única estratégia reconhecida em todo o mundo. A OMS diz que teria que ser assim até o fim desse surto. Só que tem muita gente que não segue. Daí…

Passar o final de semana com os avós, visitar a vizinha ou aproveitar para brincar  com a priminha durante o “feriado” não são formas de isolamento, mas sim de “espalhamento” da covid-19.

Tudo bem, você não sabia, ou saiu de casa por qualquer motivo (profissional ou não). Xiii, e agora… como é que você entra em casa?

Antes de abrir a porta, vou te abrir os olhos. Abra aí!

#umafalhaeespalha

2 – QUERIDA CASA, CHEGUEI!

Beleza (inclusive você mesmo, se morar sozinho). Regra universal: tire o calçado ANTES de entrar. Se puder, deixe-o ao sol. A radiação UV ajuda (mas não confie exclusivamente nela) na descontaminação.

Entre descalço ou deixe um calçado de apoio junto à porta. Acha que acabou? Não, está começando!

1 – Tire toda a roupa imediatamente  e coloque-a preferencialmente no tanque ou já direto na máquina. Roupas sujas mantém o vírus;

2 – Deposite  objetos (chaves, cartões bancários, celulares, etc) num recipiente ou superfície previamente designados para posterior assepsia;

3 – Tome banho, e só depois cuide de si (barba, axilas, virilhas, maquiagem, unhas, etc);

4 – Volte três casinhas, limpe e esterilize  as  chaves, celulares e cartões bancários.

5 – Agora lave e esterilize novamente as mão.

Pronto!  Você está  limpinho(a) de novo.

Entrar e  sair de casa é cansativo, e muito trabalhoso! Qualquer pulinho do lado de fora e você tem que repetir todos esses passos. Poupe seu tempo: evite sair. Se o fizer, aproveite pra resolver todas as suas pendências de uma vez.

De qualquer forma, lembre-se sempre: lave  as mãos com frequência.

#umafalhaeespalha

3 – TÔ DENTRO!

Lar, doce lar, mas fique esperto! E diminua as possibilidades de falhas na prevenção.

Mesmo dentro de casa, mantenha rigorosa higiene pessoal e limpeza frequente de objetos (celulares, controle remoto, etc) ou superfícies (bancadas, teclados) frequentemente usados. Água & sabão, álcool líquido ou gel (70%) são ideais para isso. Para limpeza pesada, use água sanitária.

Como o presunto e o queijo não nascem dentro da geladeira e você precisa fazer compras, é necessário  que você higienize  TUDO que você comprar. Despreze todas as embalagens o mais breve possível, inclusive as sacolas plásticas dos mercados. Lave com detergente e descontamine com água sanitária (atenção: diluída!) os alimentos frescos.

Limpe com saponáceo e desinfete com frequência (com álcool e /ou água sanitária) tudo aquilo que for mais utilizado. Sejam maçanetas, torneiras, chinelos, panos de chão, etc.

Agora, finalmente, relaxe: você está seguro em casa!

#umafalhaeespalha

4 – TRIMMMM… HORA DE TRABALHAR!

Se você tiver (imperiosamente) que sair de casa, paciência: junte-se a nós, muita calma nessa hora, e com as adequadas medidas de proteção tudo vai dar certo.

Agora, é o contrário: é só se vestir adequadamente antes de abrir a porta, calçar  o sapato “de rua”  já  fora da casa e seguir equipado pra jornada.

E, lembre-se: colocou o nariz pra fora de casa? Máscara! Mas, lembrando: com o nariz dentro dela!

Frasquinho de bolso com álcool gel é sempre útil. Lenços descartáveis também. E lembre-se: evite TERMINANTEMENTE usar dinheiro vivo (cédulas, moedas). Pague TUDO que puder com aplicativos, débito automático, boleto digital, etc. Cash is trash.

#umafalhaeespalha

5 – A MÁSCARA

Pra quem ainda não entendeu, a doença se transmite principalmente por via aérea (gotículas da respiração) ou contaminação ambiental pela mesma (superfícies e objetos). Junto à lavagem das mãos, o uso da máscara é a medida mais efetiva na prevenção da infecção (= você não pegar) e da disseminação  (= você não transmitir) a COVID-19.

A máscara deve ser usada em todo ambiente externo ao lar, e sua durabilidade/tempo útil de vida varia em dependência do material (TNT ou tecido, N95, etc).

Já o uso incorreto da máscara (muito tempo, higienização,  manuseio inadequado), como o clássico “máscara suja debaixo do queixo” é um fator de risco. Nesse caso, a máscara se contamina e aumenta o risco de infecção.

Lavar as mãos, usar máscaras adequadamente e manter o isolamento reduzem MUITO o risco de infecção pelo coronavírus. O contrário também é verdadeiro, e aí a pandemia ganha força.

Entendeu?

6 – CENAS DOS PRÓXIMOS CAPÍTULOS…

Esse é um guia básico de prevenção em tempos de pandemia. Até a descoberta de um tratamento ou de uma vacina eficazes, ninguém sabe realmente o que vai nos acontecer. Quem é que vai nos proteger,   será que vamos conseguir vencer?

Isolamento e higiene são as palavras da hora. Os próximos meses ditarão as novas normas de convivência (e de sobrevivência).

Muitas novas informações vão surgir, e vamos  nos atualizando por aqui.

Fique vivo e vem comigo.

#umafalhaeespalha #dominguesdorian

Clínica da Criança e do Adolescente – JF